Paula Homem

Batizada Paula há 61 anos, sou licenciada e pós-graduada na área do Turismo, e na área da Comunicação e Jornalismo. Escrevo por paixão e é através da escrita que eu… me torno mais EU.

 “Brincar” com as palavras e permitir que os sentimentos se entrelacem nelas, jogar às escondidas com as metáforas e ver nascer um poema, redondo e pleno de significado, ou uma prosa, onde a imaginação ou a história têm voz, são um dos meus maiores prazeres. Com incursões amadoras pela fotografia, um hobby que me encanta. Detentora de um blog, há vários anos, sempre escrevi mais para mim. Arrisquei sair da minha zona de conforto e dar-me a conhecer. Por outras palavras, publicar trabalho meu. Estou, assim, presente em Antologias de poesia e prosa; “Memórias esquecidas do tempo” – poesia. “A lagoa de Óbidos o mar e eu” – poesia. “Sonho em Poesia” – poesia. “Quando o amor é cego” e “Amar (s)em desespero” – prosa. “A Bíblia dos Pecadores” – prosa.” Sexta-feira 13” – prosa.  “Cascata de Emoções” e “Cadernos de Poesia” – poesia. “Abraço Atlântico” – prosa. “Brisas de Outono” – poesia.  Está em preparação um livro que, espero, um dia possa ver a luz das prateleiras.