Category

Literatura
O FOLE DO MEU AVÔ JACINTO Ilustrações Alfredo Martins “O mal, não é não haver água. O mal, é não haver sede” Meu tempo de sonho e mudançaReviver dentroA seiva do ciclo suspensoNa hora da simplicidadeDas estevas da serra algarviaNum tempo curtoDe grande beleza e êxtase… O meu avô Jacinto tocava fole de celeiro em...
Ler Mais
O PIRILAMPO, O CAVALO E  A ESTRELA Ilustrações José Ruy Era uma vez um cavalo negro, negro como uma noite de lua nova, onde só as estrelas existem, salpicando de luz a terra e, de nariz espetado para o ar ficamos, horas e horas, procurando o infinito, para lá do sonho e imaginação. Estas pequenas...
Ler Mais
A PULGA E O ELEFANTE Era uma vez uma pulga que saltava e saltava e voltava a saltar, para ver mais alto. Lá para o outro lado do mundo. De tanto saltar, foi parar, sem querer ao olho de um elefante que por ali  passava, calmamente com os seus amigos e família, perto do seu...
Ler Mais
LIVRO DE POEMAS OU TALVEZ SIM… “O esquecimento só é possível, depois da memória ter cumprido a sua tarefa” Poesia? (Ou como tentar explicar o inexplicável…) As letras estão lá, tímidas, escondidas, a um canto, formadas no tempo, para exemplificar sons, para expressar um olhar, um tato, uma intenção, uma organização interna dos sentidos, uma...
Ler Mais